TRF-1 nega pensão especial a viúva de militar enviado à Itália no pós-guerra

Por unanimidade, a 2ª Turma do TRF-1 negou provimento à apelação da viúva de um ex-combatente que prestou serviços militares na Itália no período da segunda guerra mundial. A apelante sustentou em recurso que teria direito ao benefício por ter provado que seu marido prestou serviço militar na Itália, na Seção de Guarda do Cemitério de Pistoia entre os anos de 1945 e 1947. O relator, juiz federal convocado Hermes Gomes Filho, explicou que considera-se ex-